Wednesday, October 31, 2007

Tuna,Miguel,GT e Vidal




desenho de grupo,realizado em minha casa por mim ,pelo Miguel ,Rita gt e o Francisco Vidal depois de um bom jantar.

Museu Bernardo



Trabalho de espaço espeçifico,realizado no interior do prédio onde se encontra o Museu Bernardo www.museubernardo@blogspot.com

Wednesday, October 17, 2007

ensaios de um cubo


"a última carta"





Desenhos para a exposição "Fazer falar o Desenho" que decorrerá na Fortaleza de S.tiago no Funchal .Todos eles são inspirados na última carta escrita pelo último condenado á morte em Portugal Francisco Mattos Lobos em 1840.

Monday, October 15, 2007

Primeira acção de atingir um cubo




intervenção realizada no edifício da Ceres nas Caldas da Rainha em julho de 2007.
Ver video
cubo -aço inox-500mm x 500mm x 500mmo
dardo - barra de aço de perfil quadrado - 1450mm x 30mm x 30 mm
base -tubo de aço - 900mm x 500mm x 500mm
altura - 46m
tempo de queda- 1.6 seg.

"vida e morte de um objecto"




paralelepípedo em aço,de 1500mm x 500mm x 500mm afagado escovado e posteriormente destruido e oxidado.junho de 2007

o 1º seg. depois do fim


"o primeiro segundo depois do fim"-aço

PROJECTO- SCULP YOUR MIND -plataforma revólver 11 a 31 novembro de 2006


A procura das relações entre coisas, entre pessoas ou entre ambas, no complexo meio artístico, distingue-se, nos nossos dias, pela tentativa de estabelecer graus de comparação entre as suas intrínsecas e íntimas essências. Michael Duncan explicita, deste modo, que o artista contemporâneo é alguém que tenta, no actual contexto, encontrar alternativas para a pintura, a escultura, a vídeo-arte ou mesmo a instalação na suas diversas formas e aportes. Esta necessidade de encontrar paradigmas alternativos ou, como Rosalind Krauss os define, apoiados por suportes mais livres e simultaneamente mais próximos do espectador veio provocar, necessariamente, uma arte aparentemente mais livre de constrangimentos (essencialmente de origem técnica mas não só). Estas formas que se assemelham à primeira vista ao campo da escultura ou a corpos espacializados tridimensionalmente apressam-nos, de algum modo, a tentarmos ir de encontro à forma e não tanto à necessidade de a produzir. Estamos a falar de objectos tridimensionais que também ostentam os tradicionais problemas afectos às texturas, às cores, às formas ou mesmo àqueles que envolvem o peso, a escala, a matéria, etc.

Num tempo que está submerso numa quantidade infindável de imagens visuais com origem diversa, verificamos que se impõe esta opção por um trabalho que parece ir na direcção contrária àquilo que se afigura como mais “realizável”. Talvez como um processo desviante mas, ao mesmo tempo, revigorante, “outras coisas” surgem de forma fresca. Este ofício de cariz escultórico, que não o é, parece retomar algumas questões entretanto esquecidas. As velhas glaciações (Hal Foster) voltam ciclicamente e também à tona – orgânico/artificial – sólido/líquido – efémero/permanente – imóvel/móvel – peso/leveza – e apropriam-se das imagens e das formas bem como dos seus referentes. Voltando a Rosalind Krauss, esta parece ser uma nova forma de pensar, exclusivamente do ponto de vista artístico, talvez mais útil do que imaginar uma nova definição de Arte, de escultura ou mesmo uma nova categoria artística expressa através de uma denominação precisa. Sculp Your Mind propõe um pequeno contributo para este debate em torno da escultura e do seu desenlace futuro. Esta ideia de duplicidade – entre o ser e o não ser – provoca-nos sempre um espaço de liberdade no que diz respeito à manipulação formal e, por outro lado, dá-nos toda a liberdade criativa no acto do fazer. Retira-se daqui o peso da hiperinterpretação, àquilo que Susan Sontag chama de desvio do objectivo primordial – aquilo que parece ser e é o que é. Deste modo, tudo, mas tudo, parece ser possível de conceber, apesar de nem tudo ter a possibilidade de vir a ser.

Pedro Cabral Santo, Julho de 2006

plataforma revólver-instalação-06 e 07 de 2007-lx






Paulo Tuna, S/Título, 2006, aço e corda, medidas variáveis

untitled



"s.título" barra de aço de perfil quadrado de 6000 mm x 32mmx32mm dobrada ao meio e suspensa por uma corda de alpinismo a 2mm do chão.Galeria Trem-Faro

´Project "tapada do Tanque"Idanha-a-Nova




Aço -medidas variáveis-2004